A RPA foi criada em julho de 2008. Hoje, além da RPA administrar a renomada Revista RPANews, ela possui o mais completo e multidisciplinar time de consultores seniores especializados em negócios com cana do Brasil, time este que inclusive criou diversas das atuais metodologias de avaliação agrícola de usinas e de previsão de custo de produção de cana. Seus consultores possuem em média mais de 20 safras de experiência na agroindústria canavieira, a maioria em cargos executivos.

Isso explica a RPA, tão nova, já ter se tornado a mais requisitada e demandada consultoria especializada em cana-de-açúcar do Brasil. Em 2009 a RPA realizou due diligences agrícolas em 25 diferentes usinas (17 operando e 8 greenfields) tanto para processos de Fusão e Aquisição (M&A), como para financiadores e investidores. E em dezembro ela ainda venceu licitação para efetuar due diligences em 4 usinas para a Petrobras Biocombustível.

Diferentemente das demais consultorias, a RPA entende e trata a “cana como negócio”!

Ricardo Pinto

É engenheiro agrícola (UNICAMP) e administrador de empresas (PUCCAMP), com Mestrado na ESALQ/USP em Gestão de Frota de Usinas. 
É sócio-diretor da RPA, onde responde pelas áreas de Planejamento Estratégico Setorial e Mecanização/Transporte (Logística), além de ser o responsável geral pela Revista RPANews (ex-IDEANews) - - desde sua fundação em 2000. Também foi Conselheiro de Administração da Monteverde Agroenergética (usina inaugurada em 2009 pertencente à Bunge e à família Wallauer). Foi sócio-diretor do Grupo IDEA até 2008, quando houve seu split-up.
Coordenou diversos estudos sobre perspectivas da agroindústria canavieira brasileira para os próximos anos para Transpetro - subsidiária da Petrobras -, DuPont, Bayer, FMC, Valtra (AGCO), Glencore, Santal, dentre outras. Ainda coordenou a realização de mais de 40 estudos de viabilidade de implantação de novas usinas no Brasil, bem como a diligence agrícola de 40 usinas e grupos adquiridos nos últimos 4 anos. Coordenou o lançamento de diversos fluxogramas temáticos da agroindústria canavieira nacional, como: mapas de usinas do Brasil; fluxograma industrial para produção de açúcar, álcool e cogeração; mapas de usinas da América Latina; e fluxograma de produção de cana no Centro-Sul do Brasil. Iniciou sua carreira no Centro de Tecnologia da Copersucar, onde foi Supervisor de Controles Operacionais de Frotas Agrícolas.
Posteriormente fundou a ASSISTE, maior software-house de controles de frota do país, que respondeu pela implantação de sistemas em mais de 50 usinas/destilarias do Brasil em 11 estados. Também foi coautor dos softwares: SISMA (Sistema de Gerenciamento da Manutenção de Frotas), PUMA (Planejamento Otimizado de Frotas Agrícolas), SILCC (Sistema Integrado de Logística da Colheita da Cana) e PRACANA (Controle Técnico-Econômico de Canaviais). Tem 18 trabalhos técnico-científicos publicados, além de ter proferido inúmeras palestras e escrito vários artigos para a mídia escrita do setor sucroalcooleiro, além de ser o criador e moderador do Cana & Indústria, maior grupo de discussão do Linkedin sobre indústria da cana em língua portuguesa, com mais de 6.900 membros. Finalmente, hoje é Coordenador de Relações Públicas do GIFC (Grupo de Irrigação e Fertirrigação de Cana-de-Açúcar).

Egyno Trento Filho

É engenheiro agrônomo (PINHAL) com Mestrado na produção de cana e especializado em cana-de-açúcar desde 1982.
Foi Gerente Agrícola das usinas Univalem (Valparaíso/SP), Nova América (Tarumã/SP) e Alvorada do Bebedouro (Guaranésia/MG). Foi autor do software PRACANA (Controle Técnico-Econômico de Canaviais), voltado a fornecedores de cana. É o maior especialista brasileiro em produção de cana e açúcar orgânicos – é consultor e auditor do Instituto Biodinâmico (IBD) -, sendo que neste assunto responde pelos projetos da Açúcar Guarani, da Usina Nova América, do Grupo Cosan e da DediniAgro.
É sócio-diretor da RPA, onde responde pelas áreas de Planejamentos e Gestão. Respondeu pela realização e coordenação de mais de 40 estudos de viabilidade de implantação de novas usinas (greenfields) no Brasil e outras 35 avaliações de usinas existentes para venda (brownfields).

Patrícia Díaz

É administradora de empresas (Moura Lacerda - Ribeirão Preto/SP), com MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria (FGV).
Trabalhou no Grupo IDEA por 4 anos, onde foi gerente administrativo-financeira. É sócia da RPA, respondendo pela área administrativo-financeira da empresa, bem como assessorando nos projetos, consultorias e diligences tanto na formatação dos produtos finais (relatórios), como na logística de atuação dos demais membros do time.

Antonio Zattoni Afférri

É engenheiro agrônomo (ESALQ/USP) com mestrado em Mecanização Agrícola pela USP, MBA em gestão empresarial e especialista em cana de açúcar desde 1986.
Com mestrado em mecanização agrícola (ESALQ/USP) e pós-graduação em Gestão Empresarial (FGV). É sócio-diretor da RPA, tendo sido, anteriormente, consultor associado do IDEA por 2 anos. Vem atuando no setor sucroalcooleiro desde 1986, quando iniciou sua carreira como agrônomo da Usina Santa Cruz, em Capivari/SP. Posteriormente foi Supervisor de Motomecanização na Usina Santa Adélia (de Jaboticabal/SP), Coordenador de Processos Agrícolas da Usina São Martinho, (de Pradópolis/SP), Gerente Agrícola da Usina Batatais (de Batatais/SP) e, finalmente, Diretor Agrícola da Brenco no Pólo de Paranaíba/MS, Costa Rica/MS e Alto Taquari/MT. Pelo IDEA, coordenou 2 estudos completos de viabilidade técnico-econômica de greenfields (MS e TO) e 4 avaliações de greenfields em implantação, sendo que pela RPA já auxiliou na avaliação de 7 greenfields.

Marco Viana

É engenheiro agrônomo (Pinhal).
Tendo ocupado durante seus 29 anos de carreira altos cargos como executivo agrícola em diversas usinas do Brasil, tais como Usina Santa Vitória, Energética São José, UMOE, Grupo Virgolino de Oliveira (usinas Catanduva e Nossa Sra. Aparecida, de Itapira), Usina Albertina, Usina São José da Estiva e Usina Bonfim. Em 2012 foi eleito o primeiro presidente do GIFC (Grupo de Irrigação e Fertirrigação de Cana-de-Açúcar), primeiro grupo de usuários de irrigação em cana do Brasil. No início de 2014 tornou-se Diretor de Novos Negócios, Produtos e Serviços da RPA Consultoria.